Localizado no bairro Vista Alegre, em São Gonçalo (RJ), o Albergue da Misericórdia é uma instituição sem fins lucrativos com o objetivo de oferecer abrigo e reinclusão social a moradores de rua, alcoólatras e dependentes químicos. Fundado pelo padre holandês Anthonius Revers, o Albergue acolhe aproximadamente 50 pessoas. Um convênio com a Prefeitura cobre metade das despesas, enquanto o restante é obtido através de doações e da venda de material reciclável para empresas de reaproveitamento.

A quantidade de lixo espalhado nas ruas de São Gonçalo é assustadora. Nenhum bairro da cidade está livre do problema. A coleta pública é deficiente e a população descarta o lixo que produz nas esquinas e terrenos baldios. Aproveitando o potencial econômico da reciclagem, o Albergue oferece um serviço único e valioso: coleta material reciclável quinzenalmente na porta dos domicílios de 17 bairros do município. Centenas de famílias gonçalenses reciclam sem sair de casa. Estudos indicam que de 30% a 40% do lixo gerado nas cidades são recicláveis.

Usando um caminhão baú, o material doado é levado ao Albergue para ser separado, prensado e depois vendido. Todas as atividades são cumpridas pelos integrantes do espaço, entre eles ex-presidiários (alguns são contratados como funcionários). Além de desenvolver um programa de reabilitação composto por uma rotina rígida, com hora para dormir e acordar e atividades de limpeza e manutenção, o Albergue da Misericórdia reduz a sujeira das ruas.

Reaproveitamento é levado a sério pela instituição. Até o material fecal oriundo da limpeza dos chiqueiros vai para a usina de produção de biogás, que depois é utilizado na cozinha. Televisores, rádios e outros equipamentos eletrônicos doados com pequenos defeitos são recuperados na oficina. Todas as hortaliças consumidas são orgânicas, cultivadas pelos próprios internos, que também cuidam do pomar e da produção de ervas medicinais.

O Albergue da Misericórdia tem um espaço verde bastante agradável, com bambuzal, e pode ser visitado na Rua Itapetininga, número 62, de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados até às 12h. A instituição é prova de que boa vontade, inteligência e dedicação recuperam vidas. Seu telefone é (21) 2601-5015.

Publicado por Mário Lima Jr.

Gonçalense, escrevo sobre política e sociedade em defesa da essência humana.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta