Parabéns, São Gonçalo

São Gonçalo completa 125 anos hoje, 22 de setembro de 2015. Em vez de criticar os parasitas que se instalam na administração municipal a cada quatro anos desde sua emancipação política, é tempo de lembrar que a cidade merece total consideração de cada gonçalense. Como também sou gonçalense, com sua permissão, aproveito para manifestar meu carinho pessoal por ela.

É aniversário da cidade e se Gonça continua suja e caótica após o desfile na rua Feliciano Sodré, é porque nossos hábitos como meros usuários do território continuam os mesmos. Reciclar o lixo domiciliar, conhecer os pontos turísticos municipais e empreender em busca do próprio sonho são alguns exemplos de como podemos evoluir enquanto cidadãos.

Vale começar o quanto antes, pois mudanças no trabalho ou em casa são demoradas e complexas para alguns. Eu faço parte do grupo de atrasados que inclui a maioria da população. Foi preciso morar na cidade por duas décadas e meia para finalmente:

  1. Assistir ao desfile cívico-militar na rua Feliciano Sodré. Renova o orgulho de ser parte da cidade.
  2. Visitar a Fazenda Colubandê. Lindo patrimônio histórico e cultural, um oásis de paz e verde dentro da área urbana.
  3. Ver os tapetes de Corpus Christi. Verdadeira obra de arte.
  4. Conhecer gonçalenses que se dedicam ao desenvolvimento comum. Eles existem e são muitos.
  5. Perseguir meu sonho. Este artigo é parte dele.

E ainda não conheço inúmeros pontos turísticos, como a Capela e a Praia da Luz, as cavernas de Santa Izabel e o maciço de Itaúna. É preciso ter cuidado ao dizer que São Gonçalo é feia, pois feio é aquilo que construímos sem pensar no povo ou no melhor para a cidade.

A emancipação política deve ser comemorada, quem disser o contrário jamais se sentou na praça Zé Garoto à sombra das árvores para ler um bom livro – prazer desconhecido por milhares de gonçalenses – e, por vergonha de si mesmo, ainda vive à sombra de Niterói. A emancipação dá a chance de desenvolvermos uma identidade especial, de achar nosso lugar ao sol fluminense.

Para não repetir meu atraso, meu filho já visitou a Fazenda Colubandê, viu os tapetes de Corpus Christi e está se preparando para assistir o desfile deste ano. Exemplo de cidadão. Miguel tem 4 anos e, acreditem ou não, diz que no futuro será prefeito da cidade.

Parabéns à São Gonçalo, que oferece tantas belezas e inspiração, e parabéns aos gonçalenses que sabem aproveitá-las.

Publicado por Mário Lima Jr.

Gonçalense, escrevo sobre política e sociedade em defesa da essência humana.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta